Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

Buscar  
Redes Sociais


Hora Certa


Locutor (a)
MADRUGADA DE EMOÇÕES
Enquete
Na sua opinião, o Hospital Universitário deve servir só a Petrolina?

 Sim
 Não

Publicidade Lateral
Top Música
1
A Culpa é Sua
Léo Satana
2
Sapequinha
Eduardo Costa
3
Minha Princesa
Desejo De Menina
4
Lábios De Mel
Ivete e Criolo
5
Não Conto
Wesley Safadão
Estatísticas
Visitas: 1801496 Usuários Online: 50


Bate Papo

Digite seu NOME:


Brasil

Publicada em 31/01/19 às 10:16h - 69 visualizações
ONS determina interrupção de hidrelétrica para que lama de Brumadinho não atinga Três Marias By : Assessoria de Comunicação do Deputado Gonzaga Patriota 30 de janeiro de 2019

RÁDIO PETROLINA FM 98,3,


 (Foto: RÁDIO PETROLINA FM 98,3,)

Na tentativa de evitar que os rejeitos da barragem de Brumadinho cheguem ao rio São Francisco, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) determinou ontem a interrupção das atividades da Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo, na região Central de Minas. Se a operação não der certo, a lama atingirá a Usina de Três Marias, a primeira barragem do Velho Chico, entre 15 e 20 de fevereiro.

Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), a previsão é a de que a lama, que percorre o leito do rio Paraopeba – um dos afluentes do Velho Chico – a 1 km/h chegue à primeira usina entre 5 e 10 de fevereiro.

Se o sistema de Retiro Baixo, entre Curvelo e Pompéu, não amortecer os rejeitos, após atingirem Três Marias eles chegarão a Januária, Jaíba e Pirapora, cortadas pelo rio São Francisco.

Ontem, a ANA minimizou os riscos de uma eventual contaminação do Velho Chico. Segundo a assessoria do órgão, os impactos não seriam “drásticos”. “O que pode vir a acontecer é que os rejeitos afetem hidrelétricas e ribeirinhos que usam essa água para consumo”. A agência não esclareceu se alguma medida será tomada com relação a essa população.

Também por meio de assessoria, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, afirmou que a maior probabilidade era a de que os rejeitos chegassem “em menor quantidade ou quase nada no rio São Francisco”, o que dependeria, ainda, das chuvas.

Apesar do cenário, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Anivaldo Miranda, está otimista.

“O que aconteceu no Paraopeba pode ser definido como um desastre ambiental grande porte, mas o rio pode ter salvado o São Francisco. Há uma grande chance de a usina de Retiro Baixo conseguir amortecer a lama e evitar que ela chegue a Três Marias. E o Paraopeba, por sua extensão, também ajuda a ir diluindo essa lama ao longo do caminho”, explica.

De acordo com a assessoria do ONS, com o desligamento da usina de Retiro Baixo, o reservatório poderia represar a lama.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
Parceiros

AV. Francisco Coelho de Amorim , Nº 45, BAIRRO: José e Maria, CEP 56320-440 - PETROLINA/PE FONES: (87) - 3867.1049 - (87) - 3861.5555 - (87) 8802.1892 EMAIL: radiopetrolinafm@hotmail.com ou petrolinafmcomercial@hotmail.com - por Site Gerenciavel
Copyright (c) 2019 - RÁDIO PETROLINA FM 98,3, - Todos os direitos reservados