Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

Buscar  
Redes Sociais


Hora Certa

Locutor (a)
VOZ DO BRASIL com Voz Do Brasil
Enquete
Na sua opinião, o Hospital Universitário deve servir só a Petrolina?

 Sim
 Não

Publicidade Lateral
Top Música
1
A Culpa é Sua
Léo Satana
2
Sapequinha
Eduardo Costa
3
Minha Princesa
Desejo De Menina
4
Lábios De Mel
Ivete e Criolo
5
Não Conto
Wesley Safadão
Estatísticas
Visitas: 1409547 Usuários Online: 65


Bate Papo

Digite seu NOME:


Policial

Publicada em 11/07/18 às 17:07h - 299 visualizações
Causa da morte e conduta de esposa e filho de médico são foco da polícia; buscas continuam por Edenevaldo Alves

RÁDIO PETROLINA FM 98,3,


 (Foto: RÁDIO PETROLINA FM 98,3,)

O trabalho para resgatar os restos mortais do cardiologista e advogado Denirson Paes da Silva, de 54 anos, foi retomado na manhã desta quarta-feira (11), por equipes do Instituto de Criminalística (IC) e do Corpo de Bombeiros (IC), no Condomínio Torquato Castro, no km 13 da Estada de Aldeia, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR). As buscas devem continuam até que se esgotem as possibilidades de encontrar partes do corpo do médico na cacimba da casa em que ele morava com os familiares. O material coletado é encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife, no bairro de Santo Amaro, para ser submetido a exames que ajudem a esclarecer de que forma Denirson foi assassinado.

Além da causa da morte, os investigadores tentam individualizar as condutas da esposa e do filho do médico, a farmacêutica Jussara Rodrigues da Silva Paes, 54, e o engenheiro civil Danilo Paes, 23, presos como suspeitos do crime. O avançado estado de putrefação do cadáver e o silêncio dos dois, que apenas negam ter participação no crime, dificulta o detalhamento do caso.

Para a polícia, no entanto, não restam dúvidas de que Jussaram e Danilo sejam os autores do homicídio triplamente qualificado e ocultação do cadáver do médico. A certeza é ainda maior após um exame de DNA ter confirmado que os restos mortais jogados dentro da estreita e profunda cacimba em meio a metralhas são de Denirson. “Esses restos mortais seguiram para o IML. A intenção é esgotar as buscas no sentido de encontrar todas as partes do corpo. Mas para a polícia, durante a investigação, já está confirmada a natureza jurídica do crime; homicídio qualificado, por motivo torpe, meio insidioso e cruel, com o desmembramento do corpo, e a impossibilidade de defesa da vítima, além da ocultação de cadáver”, detalhou o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, o delegado Joselito Kherle do Amaral.

Dinâmica e motivação do crime

O desgaste no casamento e anúncio de separação do médico Denirson Paes da Silva e da esposa Jussara Rodrigues da Silva Paes são considerados pela polícia como a principal motivação para o brutal assassinato. “Pelo menos até este momento da investigação essa teria sido a motivação”, observou o chefe de polícia. “Existe uma dinâmica que já foi mencionada desde o início pela perícia. Nós encontramos, através do reagente luminol, sangue em todos os banheiros da residência. No banheiro interno, no quiosque e no banheiro do andar superior, onde possivelmente o corpo foi esquartejado”, acrescentou. (Folha PE).




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros

AV. Francisco Coelho de Amorim , Nº 45, BAIRRO: José e Maria, CEP 56320-440 - PETROLINA/PE FONES: (87) - 3867.1049 - (87) - 3861.5555 - (87) 8802.1892 EMAIL: radiopetrolinafm@hotmail.com ou petrolinafmcomercial@hotmail.com - por Site Gerenciavel
Copyright (c) 2018 - RÁDIO PETROLINA FM 98,3, - Todos os direitos reservados