Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Buscar  
Redes Sociais


Hora Certa


Locutor (a)
CHAMA NA BOTA com Tácio camargo
Enquete
Na sua opinião, o Hospital Universitário deve servir só a Petrolina?

 Sim
 Não

Publicidade Lateral
Top Música
1
A Culpa é Sua
Léo Satana
2
Sapequinha
Eduardo Costa
3
Minha Princesa
Desejo De Menina
4
Lábios De Mel
Ivete e Criolo
5
Não Conto
Wesley Safadão
6
Milu
Gustavo Lima
Estatísticas
Visitas: 2113126 Usuários Online: 45


Bate Papo

Digite seu NOME:


Pernambuco

Publicada em 21/10/15 às 10:58h - 256 visualizações
Dengue se mantém em alta em Pernambuco

RÁDIO PETROLINA FM 98,3,


 (Foto: RÁDIO PETROLINA FM 98,3,)

Um novo boletim da dengue, divulgado ontem pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), mostra que está mantido o pico de transmissão da dengue em Pernambuco. Neste ano, 110.610 pessoas já apresentaram sintomas da doença, o que representa um aumento de 568,78% em relação ao mesmo período de 2014. Além disso, 39.131 casos de dengue foram confirmados. É um cenário que preocupa os especialistas, já que era esperada a diminuição do número de casos, especialmente entre maio e julho, quando a temperatura cai.

"O maior problema é que, nas residências, continuamos a observar depósitos de água vulneráveis a criadouros do mosquito da dengue. Esse é um dos principais motivos que contribuem para que a infestação do Aedes aegypti permaneça em patamar elevado no Estado", diz a coordenadora do Programa de Controle da Dengue e Chicungunha da SES, Claudenice Pontes.

Com o padrão de ascensão da dengue, sobem também os números de casos confirmados de Chicungunha no Estado. Já são 93 pessoas que receberam o diagnóstico da doença, cujo vírus também é transmitido pelo Aedes aegypti. Três desses casos foram importados - ou seja, a infecção ocorreu fora de Pernambuco. Nesses casos, registrados em Iguarací (2) e Itaíba (1), a doença foi contraída na Bahia.

"É um cenário de apreensão porque é uma doença nova que pode se alastrar por todo o Estado", ressalta Claudenice. Os doentes podem apresentar febre acima de 38,5 graus de início repentino e dores intensas nas articulações de pés e mãos (dedos, tornozelos e pulsos). Eles podem manifestar também dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. O controle do mosquito é a ação mais importante, pois as pessoas podem ter Chicungunha e dengue ao mesmo tempo. Por isso, as medidas de prevenção da dengue e da Chicungunha devem ser mantidas.

Para reforçar o trabalho de controle de ambas as doenças, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Pernambuco trouxe para o Estado uma mostra interativa sobre a dengue, organizada pelo Museu da Vida, da Fiocruz do Rio de Janeiro. Gratuita e dirigida a todas as idades, a exposição fica no Espaço Ciência, em Olinda, no Grande Recife, até 22 de janeiro. No local, é possível conferir informações sobre sintomas e complicações da dengue, através de ferramentas interativas e ilustradas.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Parceiros

AV. Francisco Coelho de Amorim , Nº 45, BAIRRO: José e Maria, CEP 56320-440 - PETROLINA/PE FONES: (87) - 3867.1049 - (87) - 3861.5555 - (87) 8802.1892 EMAIL: radiopetrolinafm@hotmail.com ou petrolinafmcomercial@hotmail.com - por Site Gerenciavel
Copyright (c) 2019 - RÁDIO PETROLINA FM 98,3, - Todos os direitos reservados