Seja bem vindo ao nosso site RÁDIO PETROLINA FM 98,3,!

Buscar  
Hora Certa

Redes Sociais
Locutor (a)
+ Acessadas
Mulher é agredida com socos pelo companheiro no Dom Avelar em Petrolina
Minha Casa Minha Vida terá mudanças
Irmã de vice-prefeito de Bodocó (PE) presa por racismo é nomeada secretária de Igualdade Racial em Pernambuco
Gasolina sobe 19,5% em seis meses e já beira os R$ 5 em algumas cidades
Guarda Civil Municipal prende homem suspeito de tráfico de drogas em Petrolina
Evangélicos impulsionam Bolsonaro e Marina e derrubam Lula, revela Datafolha
Enquete

Na sua opinião, o Hospital Universitário deve servir só a Petrolina?

Não

Sim


Videos
12/03/18Gusttavo Lima - Apelido Carinhoso
Publicidade Lateral
Banner Lateral 03
Banner Lateral 02
Equipe
Calian Lima - Sonoplasta e Programador
Cesar do Lau - Locutor Apresentador
Nina Duarte - Gerente Adm/Financeiro/Comercial
Vanya Alves - Produtora dos Programas: Edenelvado Alves e Ronda Policial
Apresentador/Gerente de Programação
Jorge Cirilo - Motorista
Evanilson Barbosa - Reporte Policial
Top Música
1
Desejo De MeninaMinha Princesa
2
Ivete e CrioloLábios De Mel
3
Wesley SafadãoNão Conto
4
Gustavo LimaMilu
5
ZE VAQUEIRODECIDA
6
TIERRY FEAT GUSTAVO LIMAACERTOU NA MOSCA
7
DANIELCASAVA DE NOVO
8
DIEGO E VITCTOR HUGO FEAT SAIA RODADAPISADINHA
9
MAIARA E MARAÍSAAÍ EU BEBO
Bate Papo

Digite seu NOME:

Estatísticas

Visitas: 3383619

Usuários Online: 18

Pernambuco

Produtores de frutas do Vale do São Francisco estão em alerta por conta de infestações

Publicada em 27/12/16 às 07:45h - 397 visualizações RÁDIO PETROLINA FM 98,3,

Link da Notícia:
Compartilhe
   

Produtores de frutas do Vale do São Francisco estão em alerta por conta de infestações
 (Foto: RÁDIO PETROLINA FM 98,3,)

Os produtores do Vale do São Francisco es­­tão preocupados com a chegada do verão. As altas temperaturas podem aumentar os índices de infestação da mosca das frutas nos pomares. Os insetos são verdadeiros vilões e podem trazer prejuízos para as exportações se não forem devidamente monitorados. Pernambuco tem se destacado na exportação de frutas no Brasil, responsável por produzir 90% de toda manga in natura e 95% de uva de mesa do País. As frutas são destinadas a mercados exigentes, como Japão e países da Europa.

"As moscas da fruta ainda são um grande impasse para os produtores. Além dos custos com o pós-colheita, existem os gastos com a inspeção internacional", diz Jair Virgínio, presidente da Moscamed - empresa responsável pelo monitoramento na região. Trinta e três mil hectares produzem manga para os mercados externo e interno. Do total, 20% vai para fora. Os Estados Unidos, por exemplo, exigem que o índice que mede o nível de infestação de mosca-das-frutas nos pomares, o chamado MAD, não pode ser maior que 1. Atualmente, a média do MAD está em 7. "Isso está acontecendo porque estamos no fim da safra, o que quer dizer que os produtores estão deixando mais frutas nos pomares, dando margem para a infestação", explica.

A propagação da praga acontece também quando o preço das frutas no mercado externo não está competitivo. "Quando o produtor é pouco remunerado, a tendência é que ele cuide menos da sua plantação. Com o preço despencando, ele faz sequer a colheita", frisou. Virgínio destacou ainda que, esta semana, a remuneração no mercado interno estava R$ 0,20 por quilo, enquanto que, no externo, estavam pagando um euro por quilo. Mesmo com valores discrepantes, reforçou o presidente, ambos são baixos e nada animadores.

Conforme a gerente de defesa e inspeção vegetal da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), Raquel Melo de Miranda, atualmente, é feito monitoramento por meio de 1,3 mil armadilhas. O objetivo é realizar leitura semanal para medir índice de infestação. "Mesmo com a fiscalização, ainda permanece alto o índice populacional da mosca, sobretudo no final da safra. O momento é mais delicado e exige cautela", ponderou.

Apesar de ter o maior programa de monitoramento para este tipo de praga do País, com 18 mil hectares do total de mangas e uvas, à Folha de Pernambuco, um produtor, que preferiu não se identificar, relatou atraso de seis meses na execução das diretrizes do programa. "Fomos prejudicados porque não hou­ve continuidade. Acabou em dezembro de 2015 e só retomou em junho deste ano. E, para piorar, o lado produtivo baiano não faz o controle e complica ainda mais nossa situação", relatou. O Governo de Pernambuco executa o programa com recursos da União. Do total de hectare observado, 5 mil são bancados pelos próprios produtores e 13 mil pelo Estado, por se enquadrarem no status baixa renda.

Sobre isso, Raquel Melo justificou dizendo que a paralisação aconteceu em função da falta de recursos por parte do Ministério da Agricultura. No entanto "no fim deste mês, eles liberaram R$ 1,5 milhão para um convênio das moscas da fruta. O próximo passado é fazer um termo aditivo e levar as garantias até junho do próximo ano. Depois disso, vamos tentar conseguir mais recursos", afirma. A defesa dos produtores é para que haja continuidade e intervenções integradas com os demais estados. "Já existe a ideia de fazer um programa integrado por meio de um plano nacional", adianta a gerente da Adagro. (Folha-PE).




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Parceiros
AV. Francisco Coelho de Amorim , Nº 45, BAIRRO: José e Maria, CEP 56320-440 - PETROLINA/PE FONES: (87) - 3867.1049 - (87) - 3861.5555 - (87) 8802.1892 EMAIL: radiopetrolinafm@hotmail.com ou petrolinafmcomercial@hotmail.com - por Site Gerenciavel
Copyright (c) 2022 - RÁDIO PETROLINA FM 98,3, - Todos os direitos reservados
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD